News & Events

Lute como uma mulher

lute como uma mulher

Quando eu era criança eu nunca entendi porque existia o dia da mulher e não existia o dia do homem, só depois, quando eu cursava o ensino médio é que fiquei sabendo que a data de 08 de março era comemorada o dia internacional da mulher, por que um grupo de mulheres tinham sido queimadas em uma fábrica nos Estado Unidos, devido a manifestação que elas fizeram para melhorar seus direitos, isso é um absurdo, mas pior ainda é saber que nos dias de hoje, em pleno século 21, existem pessoas que acham que a mulher deve ganhar menos que os homens ou que a mulher a inferior ao homem.

Ao meu ver a mulher é o sexo forte, você homem já imaginou se você tivesse que parir? Com certeza a raça humana estaria extinta, isso porque o homem não suportaria as dores do parto e a mulher consegue aguentar de 3 a 4 vezes mais dores que o homem.

A mulher pode estar doente, com febre, cólica ou com mal estar, mas ela levanta de manhã, prepara o lanche das crianças, leva elas para a escola, vai trabalhar, depois do trabalho, algumas ainda arrumam tempo para estudar ou então fazer academia, e quando elas chegam em casa ainda tem que arrumar a bagunça, dar uma ajeitada na casa e se bobear, dar uma atenção para, você sabe quem!

Vocês já viram homem gripado? Ele não consegue sair da cama

A mulher com toda a preocupação que ela tem consegue fazer 4 ou 5 coisas ao mesmo tempo, mas se você pedir para um homem esquentar um leite, com certeza ele irá deixar derramar.

Para mim, o dia da mulher é todo o dia! Infelizmente muitas mulheres não se valorizam ou por se achar menos ou por não saber o poder que existe dentro dela.

Certa vez eu estava passeando em um Shopping e vi numa loja uma frase que me deixou intrigado, dizia assim: “Mãe, você ainda é mulher”, achei interessante, pois muitas mulheres depois que se tornam mães acabam se abandonado, esquecendo de si e depois de alguns anos praticando isso consigo mesmo elas percebem o quanto mal elas fizeram para si, não estou falando aqui que as mulheres ao se tornarem mães devem abandonar seus filhos, mas não pode deixar de se cuidar, de se amar.

Algumas dicas para melhorar sua autoestima:

  • Você é única, igual a você não existe ninguém nesse mundo, pare de se comparar;
  • Não deixe de fazer as coisas que te dão prazer, como por exemplo: ir ao cabeleireiro, passear, dançar, jogar, cantar e outras;
  • Comunique-se, fale o que você pensa e sente, não engula sapo, pois isso pode custar muito caro depois, não tenha medo de expressar seus sentimentos, é muito importante não guardar isso para você, ainda mais se for coisas ruins;
  • O conhecimento, a sabedoria e o aprendizado são eternos, nunca pare de buscar coisas novas para sua vida, seja curiosa, se permita, faça valer a pena, Oscar Wilde já falava: -”Você vive? Ou você existe?”, porque a maioria de nós estamos existindo e com isso estamos deixando de viver, e viver não é fazer loucuras, mas sim fazer coisas simples que te dão prazer, como andar na chuva, chupar um sorvete no inverno, comprar um livro só porque você gostou do título, essas pequenas coisas fazem toda diferença;
  • E por último e não menos importante, tenha pequenas atitudes, pare de falar o que vai fazer e faça, não fique contando para todo mundo seus projetos ou seus sonhos, vai lá e faça! Pequenos gestos, pequenas atitudes se tornam e grandes realizações.

 

“Gostaria que você soubesse que existe dentro de si uma força capaz de mudar sua vida, basta que lute e aguarde um novo amanhecer.”

Margaret Thatcher

Compartilhe em suas Redes Sociais